Primeiros passos para montar um consultório odontológico

Abrir um negócio e ser dono do próprio nariz é o sonho de muita gente. E entre os dentistas, isso não é diferente. Normalmente, os profissionais procuram um salário melhor, ter o controle maior da rotina e mais chances de crescer. Além, é claro, da chance de se destacar no mercado. Isso acontece com você também?

Se montar um consultório odontológico é o seu sonho, este é um artigo que você não pode deixar de ler. 

Antes, alguns dados

Antes de continuar, realmente preciso citar alguns dados de mercado que merecem atenção. Segundo o IBGE, a maioria das empresas fecham as portas em até 5 anos aqui no Brasil. Isso quer dizer que mais de 60% dos negócios criados acabam morrendo em pouco tempo.

De acordo com o Sebrae, a falta de planejamento é responsável pelo fechamento de 25% dessas empresas. 

Por isso, separei algumas dicas importantes que vão te ajudar a abrir o consultório e começar com o pé direito.

Diferencial

Antes de montar um consultório odontológico, defina no que você é bom.

Desde a faculdade, você se relaciona com muitos profissionais da área. Faça uma análise: quantos desses abriram seu próprio consultório e quantos, de fato, tiveram sucesso? E quantos acabaram fechando as portas?

Há várias falhas que podem fazer com que um dentista tenha que fechar seu consultório. Uma delas é não definir bem os seus diferenciais.

Pense um pouquinho: por que as pessoas devem procurar o seu consultório e não o do seu concorrente? Faça uma lista dos motivos. Sério, pega um papel e uma caneta e começa a escrever!

Já fique sabendo de alguns itens que não podem faltar! Como formas de pagamento, opções de tratamento, entre outras características que podem atrair mais pacientes.

Se o seu consultório pode oferecer condições de parcelamento, por exemplo, ele se torna uma boa opção para os clientes. Também é um diferencial manter parcerias com empresas e associações para oferecer desconto para os funcionários ou associados.

Já em relação aos serviços, oferecer tratamentos diferenciados também é uma ótima opção. Você pode, por exemplo, montar um consultório odontológico voltado apenas à odontologia pediátrica ou a outra prática específica.

Outra opção é especializar-se em implantes dentários ou outros tratamentos. O importante, neste caso, é fazer uma análise sobre o que já existe no mercado da sua região para entender o que é um diferencial para o seu público.

A melhor opção é somar um ou mais desses diferenciais ou, melhor ainda, aplicar todos eles no seu consultório! Este é o primeiro passo para que a sua clínica se destaque das demais.

pesquisa de mercado

Defina qual é o público do seu consultório

Quanto mais pacientes a gente atende, melhor. Certo? Mas antes de montar um consultório odontológico, é preciso pensar qual é o público que você realmente quer atender. Isso é essencial para definir os próximos passos do negócio, como a sua localização, por exemplo.

Imagine que você queira atender a um público de trabalhadores e seus dependentes das classes baixa e média. Então, pode ser uma boa opção montar seu consultório perto de estações de metrô ou ônibus. Já que esse é um público que costuma utilizar mais o transporte coletivo e, assim, chegará facilmente até você.

O mesmo ocorre caso você tenha uma parceria valiosa com alguma empresa ou associação: quanto mais perto da instituição, melhor.

Agora, se você deseja atender a um público de classe alta, é um pouco diferente. O mais indicado é montar um consultório odontológico em áreas mais nobres da cidade e que são tranquilamente acessadas de carro.

Invista em bom planejamento sobre a estrutura do consultório

Como vimos antes, a localização do seu consultório deve ser analisada com atenção para atender ao público que você deseja atrair. Mas, além disso, há outros cuidados que você precisa ter em relação à estrutura física.

Em primeiro lugar, ele precisa estar adequado às normas e exigências da Vigilância Sanitária. Isso é importante para que você garanta a sua segurança, a de seus funcionários e a de seus pacientes. Além disso, é fundamental para que seu consultório não perca dinheiro pelas penalidades.

Nesse sentido, uma boa dica é contratar profissionais que já tenham experiência na construção de consultórios odontológicos. Assim, eles podem ajudar tanto em relação às normas, quanto em outras questões de otimização do funcionamento da clínica.

Outra dica em relação à estrutura física do consultório. Invista na compra ou no aluguel de salas térreas, com uma fachada bonita e atraente. Esse pode ser um investimento um pouco alto, mas o retorno costuma ser mais rápido, já que a visibilidade atrai clientes.

Para relembrar:

Saiba seu diferencial, escolha qual público você vai atender, pense bem na localização e na estrutura física (para fazer sentido ao seu público, ter visibilidade e cumprir as normas) e planeje tudo com calma!

E então, pronto para montar um consultório odontológico e tirar o seu sonho do papel? Espero que essas dicas ajudem a deixar tudo mais fácil.

Ah, não esqueça de acessar os outros artigos aqui do blog! Eles, com certeza, vão auxiliar nos próximos passos do seu consultório! E se tiver qualquer dúvida pode deixar aqui nos comentários que eu mesmo respondo. 

 

Abraços e até mais!

Ramon Maciel

Ramon Maciel cirurgião dentista e co-founder do Simples Dental. Responsável pelo marketing e atendimento dos produtos. Viu que contar historias é legal, mas fazer história é muito mais desafiador.

Ramon Maciel

Ramon Maciel

Ramon Maciel cirurgião dentista e co-founder do Simples Dental. Responsável pelo marketing e atendimento dos produtos. Viu que contar historias é legal, mas fazer história é muito mais desafiador.

Você pode gostar...

Deixe um comentário