Guia do dentista recém-formado

agosto 14, 2023

Radiologia Odontológica: quais aplicações e seus tipos?

Saiba tudo sobre como ter sucesso como um dentista recém-formado e descubra os parceiros essenciais nessa jornada de sucesso

A cada ano, cerca de 15 mil dentistas recém-formados estão prontos para dar início as suas carreiras como cirurgiões-dentistas e ingressar no mercado de trabalho.

Embora seja o fim de uma etapa muito importante na vida de qualquer pessoa, a verdade é que concluir a graduação é apenas o primeiro de muitos desafios.

Ao mesmo tempo, muitas dúvidas costumam surgir a respeito do seu futuro profissional e sobre qual rumo tomar. Talvez a principal delas seja: me formei dentista, e agora?

Pensando nisso, neste artigo reunimos informações importantes que irão te ajudar em suas escolhas profissionais.

Descubra agora e abaixo as principais oportunidades da área, além de dicas essenciais para impulsionar sua carreira na Odontologia.

Escolhendo uma especialização

Após formado, uma das decisões mais importantes a serem tomadas pelo dentista recém-formado que ainda é cirurgião-dentista é escolher em qual área da Odontologia se especializar.

Vale lembrar, que essa pode ser uma tarefa difícil, visto que a odontologia brasileira conta com 23 especialidades odontológicas reconhecidas pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO).

Diante desse cenário, é preciso conhecer um pouco mais sobre as áreas de especialização disponíveis. Por isso, antes de escolher uma especialidade clínica:

Busque informações relevantes

Assim, busque dados importantes sobre cada especialidade, como o número de profissionais inscritos no conselho de odontologia de sua região, média salarial, perfil profissional ideal, dentre outras informações relevantes.

Fale com profissionais da área

Para entender mais sobre a realidade profissional de determinada área, converse com dentistas que já atuam no mercado há algum tempo, como ex-professores e profissionais que você admira.

Identifique seus interesses

Por outro lado, outro fator importante a ser considerado é a afinidade com a área de atuação quando ainda é recém-formado. Logo, refita sobre quais disciplinas você mais se identificava durante a graduação e como seria, de fato, exercer a profissão.

Observe o mercado

Sabemos a área odontológica é extremamente competitiva, por isso, observe para os recém-formados é saber as tendências de mercado e identificar quais especialidades seriam mais promissoras para a sua carreira.

Assim, de acordo com o Conselho Federal de Odontologia (CFO) as especialidades mais procuradas pelos cirurgiões-dentistas são, respectivamente:

  • Ortodontia;
  • Implantodontia;
  • Endodontia;
  • Prótese Dentária;
  • Periodontia;
  • Odontopediatria.

Em contrapartida, para aqueles que desejam fugir do óbvio, existem especialidades não tão conhecidas da Odontologia e que podem ser uma excelente oportunidade para se diferenciar no mercado.

Algumas dessas especialidades são:

  • Odontologia Legal;
  • Radiologia Odontológica e Imaginologia;
  • Odontologia do Esporte;
  • Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais;
  • Odontogeriatria;
  • Entre outras.

Em suma, a última dica para acertar na escolha da sua área de atuação é: não tenha pressa e nem se pressione para tomar essa decisão.

É comum que profissionais recém-formados atuem em consultórios odontológicos como clínicos gerais, realizando procedimentos mais básicos, atendendo urgências e orientando pacientes.

Sem dúvidas, uma excelente maneira de descobrir o que você gosta ou não de fazer na Odontologia.

Consultório próprio x Consultório compartilhado

Nesse sentido, outra decisão que deve ser tomada pelo dentista recém-formado é em relação ao seu local de trabalho.

Abrir um consultório próprio é o sonho de muitos cirurgiões-dentistas que acabaram de se formar na faculdade.

Porém, devido às dificuldades, nem todos os profissionais conseguem empreender no início de suas carreiras, optando por trabalhar de forma autônoma.

A seguir, entenda sobre as vantagens e desafios de cada formato.

Consultório próprio

Contudo, montar um consultório próprio é o objetivo de muitos dentistas que desejam empreender. Mas, antes disso é importante fazer um bom planejamento financeiro e analisar a viabilidade do negócio.

Para isso, existe uma série de fatores que devem ser considerados como:

  • Custos com aluguel;
  • Contratação de funcionários;
  • Compra de produtos e equipamentos;
  • Gastos com mobiliário e decoração;
  • Entre outros investimentos e despesas.

O ideal é que você, dentista recém-formado, crie um plano de negócio — documento contendo o modelo de negócio, a estratégia, os recursos, as pessoas e os requisitos necessários para abertura de uma empresa, que neste caso será o seu consultório odontológico.

Em relação as vantagens em ter o seu próprio negócio, destacam-se a liberdade financeira e maior flexibilidade de horários, autonomia em relação aos serviços e valores cobrados e uma carteira de clientes própria.

Mas, há também desafios a serem enfrentados pelos empreendedores da área, começando pelo alto valor de investimento para abrir um consultório e mantê-lo nos primeiros meses de atividade.

Além disso, é importante ter em mente que, além de realizar atendimentos, será papel do dentista administrar o negócio, formar uma boa equipe de trabalho e atrair e reter pacientes.

Consultório compartilhado

Outra opção para quem recém-formado na carreira fa Odontologia é alugar um consultório compartilhado, uma prática que também é conhecida como coworking odontológico.

Esse modelo de trabalho consiste em atender em uma clínica odontológica usando toda a estrutura disponível — incluindo equipamentos e materiais odontológicos — pagando um determinado valor pelo período utilizado, geralmente por hora.

Desse modo, um dos principais benefícios em usar um espaço compartilhado para atender pacientes é que, mesmo que ainda não tenha condições de investir em um consultório próprio, o profissional já pode ir conquistando uma carteira de clientes.

Além disso, essa prática permite atender em diferentes localidades, ou seja, não há limitações geográficas, e os horários de atendimento podem ser marcados de acordo com a agenda do profissional.

Quanto as desvantagens, o coworking proporciona pouca privacidade, já que o espaço será compartilhado com outros profissionais, e dificuldade de agendar retornos, pois a disponibilidade de horários para aluguel pode ser um pouco limitada.

Carreira acadêmica

Mas, se abrir um negócio próprio ou atender em consultórios compartilhados não estão em seus planos, outra opção é seguir na carreira acadêmica e atuar nas áreas de ensino e pesquisa.

Os profissionais que escolherem esse ramo, podem lecionar instituições de ensino e em cursos de especialização, realizar atividades administrativas e pedagógicas e trabalhar no desenvolvimento de pesquisas científicas.

Com isso, a carreira acadêmica exige uma formação denominada “stricto sensu”. Por isso, após a graduação em Odontologia, o próximo passo é realizar uma pós-graduação, como mestrado e doutorado.

Conheça as principais diferenças entre as modalidades do tipo stricto sensu:

Mestrado

Já, a pós-graduação com duração mínima de 18 meses, voltada para a área de ensino e pesquisa.

A formação permite que o aluno aprofunde seus conhecimentos sobre uma linha específica da área odontológica e conduza sua própria pesquisa científica, mediante orientação de um professor.

Ao final do curso, após a defesa da dissertação, o aluno obtém título de mestre em determinado campo do saber.

Doutorado

Formação similar ao mestrado, mas com tempo maior de duração — de até 4 anos.

No doutorado, o aluno deve buscar um tema de pesquisa inédito na área científica, investigar e defender ideias ainda não exploradas por outros pesquisadores.

Além disso, em vez de uma dissertação, é necessário elaborar e defender uma tese para receber o título de doutor na área de pesquisa escolhida.

Pós-doutorado (pós-doc.)

Após concluir o doutorado, o aluno pode ainda dar sequência em suas atividades como pesquisador e fazer um pós-doutorado.

Diferentemente das outras modalidades, o pós-doutorado não corresponde a um grau acadêmico, e sim a um estágio de estudos e pesquisa que pode ser feito em uma instituição de ensino, instituição pública de pesquisa ou empresa privada.

Nesse período, o estudante de pós-doutorado também tem a oportunidade de orientar ou coorientar alunos de mestrado e doutorado, dar aulas e palestras e trabalhar com pesquisadores mais experientes.

Quer saber como iniciar a sua carreira acadêmica com uma expert no assunto?

Confira as dicas da Profª Dra. Natália Galvão, docente dos cursos de Odontologia, Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia no Centro Universitário de Lavras (UNILAVRAS – MG).

Me formei, e agora? Carreira Acadêmica na Odontologia

Veja aqui: https://www.youtube.com/watch?v=oUIcOXApWcY

Dicas essenciais para impulsionar sua carreira

Obter sucesso profissional é o objetivo de grande parte das pessoas que ingressam na área odontológica. Contudo, se destacam aqueles que estão mais capacitados e preparados para lidar com os desafios que surgem ao longo da carreira.

Quer se tornar um profissional de sucesso, mas não sabe como fazer isso?

A seguir, selecionamos 5 dicas importantes para impulsionar a sua carreira como cirurgião-dentista.

1. Busque desenvolvimento contínuo

A Odontologia é uma das áreas da saúde que mais progridem na busca por tratamentos e soluções eficientes. Por isso, sempre dedique um tempo da sua agenda para aperfeiçoamento profissional.

Participe de cursos e workshops, leia conteúdo em blogs, portais de notícias, revistas e periódicos, vá a congressos e eventos odontológicos e esteja sempre atualizado quantos as técnicas, produtos e novidades do segmento.

2. Tenha metas e objetivos de carreira bem definidos

Assim, a busca pelo sucesso profissional também envolve traçar metas e definir objetivos a serem alcançados. Quer ser o profissional mais conhecido da sua região? Tornar-se referência em alguma especialidade clínica?

Identifique as qualidades que você já possui, defina as competências que precisam ser desenvolvidas e estipule ações de curto e longo prazo que te ajudarão a atingir seus objetivos.

3. Invista em sua imagem profissional

Quando o assunto é sucesso profissional, não podemos deixar de mencionar a importância de transmitir uma imagem positiva aos pacientes e potenciais pacientes.

Como resultado, pense em quais valores você deseja comunicar — como autoridade, confiança e credibilidade — e coloque isso em suas ações, na forma como você se apresenta e também nas estratégias do seu negócio.

4. Use equipamentos e softwares como aliados

    Outra forma de ter sucesso em sua carreira como cirurgião-dentista é equipando o seu consultório com ferramentas que agreguem valor, qualidade e eficiência aos serviços prestados.

    Logo, invista em equipamentos de alta performance e softwares de gestão — como o Simples Dental — para otimizar a sua prática profissional, organizar as rotinas do seu consultório e oferecer as melhores experiências aos seus pacientes.

    5. Tenha bons parceiros de negócio

      Enfim, ter boas parcerias de negócio também é fator relevante para alcançar o sucesso profissional, principalmente quando isso envolve a compra de produtos, equipamentos e demais insumos odontológicos.

      Para você escolher um fornecedor ou dental parceira utilizar alguns critérios como base, tais como confiança, preço justo, alta qualidade e procedência dos produtos, além de tempo de atuação no mercado.

      Conheça a Dental Speed, parceira do Simples Dental!

      Por último, se você busca um fornecedor de materiais odontológicos confiável, rápido e 100% seguro, saiba que a Dental Speed é a melhor parceira para o seu negócio.

      Atuando há mais de 25 anos no segmento odontológico, a empresa oferece as melhores soluções para dentistas, universitários, instituições de ensino e clínicas odontológicas.

      Seu portfólio de produtos possui 30 mil itens de grandes marcas do mercado odontológico nacional e internacional.

      Além disso, tem como objetivo estar presente em todas as etapas de sucesso de seus clientes, da formação à superação.

      Por isso, disponibiliza conteúdo, dicas e curiosidades da Odontologia para auxiliar os profissionais da área nos desafios diários de suas profissões, tanto no blog Eu amo Odonto quanto na iniciativa Conta Com a Gente.

      Quer saber mais? Acesse o site dental speed.com, confira as ofertas disponíveis e aproveite todos os benefícios de ser parceiro(a) de um dos maiores e-commerces de produtos odontológicos do Brasil.

      Fontes consultadas para a redação desse conteúdo:

      https://www.smilecursos.com.br/7251/6-dicas-que-te-ajudarao-a-escolher-uma-especializacao-em-odontologia.html

      https://adoxy.com.br/blog/vantagens-e-desvantagens-em-ter-um-consultorio-proprio-3906/#:~:text=Abrir%20um%20consult%C3%B3rio%20de%20forma%20individual&text=Apesar%20da%20vantagem%20de%20fazer,e%20as%20despesas%20do%20neg%C3%B3cio.

      https://www.sinimplantsystem.com.br/como-se-tornar-um-dentista-bem-sucedido-confira-6-dicas-essenciais/

      https://blog.iclinic.com.br/como-montar-consultorio/

      https://simpatio.com.br/carreira-academica/

      https://agimmigration.law/brasil-tem-6-vezes-mais-faculdades-de-odontologia-do-que-os-eua/

      Compartilhe:

      Conteúdos
      relacionados

      Atendimento odontológico: 7 práticas de gestão de tempo que vão ampliar seus ganhos

      Atendimento odontológico: 7 práticas de gestã...

      De modo geral, a gestão de tempo é essencial para conseguir organizar todas as ...

      Como montar um consultório odontológico

      Como montar um consultório odontológico

      Montar um consultório odontológico é o objetivo de muitos dentistas. No entanto...

      Histórias Simples Dental: como a Clínica Meu Sorriso tornou-se digital

      Histórias Simples Dental: como a Clínica Meu ...

      A clínica Meu Sorriso digitalizou milhares de fichas de pacientes, ganhou espaço...