Guia de marketing digital para dentistas

Clínicas que investem em marketing faturam 31% a mais por mês e, em média, R$ 60 mil a mais por ano. Entenda como você pode ter melhores resultados com o marketing odontológico.

Todos os dias, milhares de consumidores pelo mundo procuram por todo tipo de serviço na internet.

Redes sociais, sites, blogs, entre outras plataformas de comunicação e interação já estão tão integradas ao nosso dia a dia, que é por meio delas que geralmente conhecemos e entramos em contato com marcas.

Sabe aquela máxima “não estar presente na internet é o equivalente a não existir”? O Marketing Digital surgiu justamente para ir de encontro a isso, conectando pessoas à empresas e fortalecendo esse relacionamento.

Mas afinal, o que é Marketing Digital? De forma objetiva, é todo o conjunto de estratégias e ações de comunicação para a construção e promoção de uma marca na internet.

Há alguns anos, o marketing na área da saúde era visto como um tabu, já que investir nele era considerado uma “mercantilização” da profissão, levantando dúvidas sobre aspectos éticos e legais.

Entretanto, essa visão mudou e hoje compreendemos a importância do marketing digital até mesmo para a promoção do bem estar e saúde pública.

Na Odontologia, além de construir uma imagem confiável e sólida da clínica, tornando-a referência no mercado, o Marketing Odontológico tem o objetivo de aproximar o dentista do paciente, esclarecendo dúvidas e educando sobre o segmento.

Todo o conteúdo divulgado, claro, precisa estar de acordo com a entidade responsável pela definição de regras e boas práticas do marketing para dentistas: o Conselho Federal de Odontologia (CFO), que determina o que pode ou não ser publicado.

E se você, dentista, acha que o Marketing Odontológico é algo difícil ou que não funciona, saiba que para ter uma estratégia eficiente e que de fato dê resultados positivos é necessário algo muito importante: planejamento.

Muitos profissionais ainda se queixam de não ter retorno sobre seus investimentos em marketing ao mesmo tempo que se dedicam pouco a conhecer sobre o assunto e suas possibilidades.

Entre os erros mais comuns, esperar resultados imediatos é o que faz muitos dentistas desistirem, uma vez que o Marketing Odontológico é uma estratégia de médio a longo prazo, pois requer planejamento, registros e análises cuidadosas.

Para mudar esse pensamento, neste artigo reunimos informações essenciais para a construção de uma boa estratégia para dentistas.

___________________________________________

MENU DE NAVEGAÇÃO

1 → Construindo uma estratégia de marketing odontológico
2 → Ferramentas de marketing digital para dentistas
3 → Estratégias de SEO
4 → Como um software odontológico te ajuda no marketing

5 → Checklist de ações

___________________________________________

1 → Construindo uma estratégia de marketing odontológico

Antes de criar uma rede social ou um site para publicar os seus serviços, é preciso conhecer e definir os pontos chaves de um plano de marketing, como seu público alvo, sua identidade e até como se comporta a concorrência.

É com base nessas informações que as ações de comunicação da sua clínica ou consultório serão elaboradas e é a partir delas que será mais fácil definir sua estratégia.

Persona

Um dos principais elementos que deve nortear o seu planejamento estratégico é o seu público, por isso no marketing digital se trabalha com o conceito de persona: um modelo semi-fictício do seu cliente ideal.

Para definir a persona, reúna e analise as informações do seu público alvo, como características físicas e de personalidade, dados demográficos, preferências, expectativas, receios e, principalmente, suas necessidades.

Com essa pesquisa, idealize a persona dando a ela nome, idade, renda, nível de educação e o máximo de dados que for possível.

Na hora de elaborar ações de marketing e comunicação, é a persona que irá guiar seu planejamento para que seu conteúdo e informações atinjam seu público efetivamente.

Arquétipo

O arquétipo de marca é um conjunto de padrões responsáveis por criar traços de personalidade, valores, visão de mundo e crenças de uma marca.

O conceito foi adaptado pela publicidade do estudo do psicólogo Carl Gustav Jung, e auxilia as empresas a se posicionarem no mercado e estabelecer o tom de voz correto para se comunicar.

Na prática, saber qual é o arquétipo da sua clínica é o que vai ajudá-la a se conectar com seu público.

No total, são 12 arquétipos, cada um com suas características:

  • Inocente: deseja ser visto como alegre e “good vibes”. Inspira pureza, simplicidade, otimismo e positividade.
  • Homem-comum: deseja ser visto como agradável e de confiança. Inspira empatia, segurança, praticidade e acessibilidade.
  • Explorador: deseja ser visto como aventureiro e livre. Inspira independência, descoberta, experiência e curiosidade.
  • Bobo da corte: deseja ser visto como divertido e animado. Inspira despreocupação, tranquilidade, simplicidade, aproximação e humor.
  • Sábio: deseja ser visto como fonte de conhecimento e respostas. Inspira inteligência, aprendizado e pragmatismo.
  • Prestativo: deseja ser visto como protetor e dedicado a ajudar. Inspira altruísmo, generosidade e afetividade.
  • Herói: deseja ser visto como destinado a mudar o mundo e “sangue no olho”. Inspira coragem, esforço, proatividade e força.
  • Criador: deseja ser visto como criativo e até realizador do impossível. Inspira inovação.
  • Fora da lei: deseja ser visto como disruptivo e único. Inspira inquietude, desprendimento e revolução.
  • Governante: deseja ser visto como exemplo a ser seguido. Inspira liderança, persuasão, autoridade, status, competência e poder.
  • Mago: deseja ser visto como realizador de sonhos e desejos. Inspira mistério, improvisação, ilusão e até ironia.
  • Amante: deseja ser visto como amoroso ou ousado e faz seus clientes se sentirem especiais. Inspira exclusividade, romance e carinho ou paixão e sensualidade.

Concorrência

Conheça seus concorrentes e observe seus erros e acertos. Estudar o que funciona no mercado auxilia a criar sua estratégia e aumenta a chance de resultados positivos para sua clínica.

De marcas grandes, nacionais ou internacionais, até clínicas e consultórios da sua região, é possível obter dados significativos e que, sobretudo, vão ajudar a sua clínica ou consultório a se diferenciar para conquistar e fidelizar pacientes.

Jornada de compra

Segundo pesquisa de 2019, 97% das pessoas buscam informações online antes de comprar um produto ou serviço. A partir disso, elas passam por algumas fases até encontrar o profissional ou empresa desejada.

Esse processo se chama jornada de compra e pode ser dividido em quatro etapas:

  • Aprendizado e descoberta
  • Reconhecimento do problema
  • Consideração da solução
  • Decisão de compra

Na odontologia, esse modelo também é conhecido como jornada do paciente e consiste em toda a experiência que uma pessoa tem com sua clínica, desde sua dor de dente até a pós-consulta.

Em todas as etapas desse processo é fundamental que o dentista saiba como atrair seu público e, para isso, precisa definir o funil de vendas da clínica.

O funil de vendas, também chamado de pipeline, consiste em uma série de ações que auxilia a conduzir o paciente na sua jornada.

É dividido em três fases:

  • topo: em que o paciente está no início da jornada, ou seja, na etapa de aprendizado e descoberta.
  • meio: quando o paciente reconhece o problema e considera uma solução.
  • fundo: quando ele toma a decisão de compra e fecha o negócio.

De acordo com Aézio Almeida, Founder e CEO da HarmoniClinic, toda a estratégia de marketing de sua clínica é alinhada às ações do funil de vendas.

“Nosso funil considera vendas casadas, para isso traçamos a jornada do paciente de acordo com o que buscam os nossos quatro maiores perfis de clientes. Nesse processo, contamos com o CRM da Simples Dental”.

Objetivos

Você quer ser mais conhecido na sua região? Quer conquistar novos clientes? Aumentar a fidelização dos pacientes? Ter autoridade no segmento por meio do seu conteúdo? Ser referência no mercado nacional?

Suas ações de marketing odontológico dependerão, e irão variar, de acordo com seus objetivos. Ter eles bem definidos e condizentes com a realidade e o investimento é o que vai definir o sucesso da sua estratégia.

Identidade visual

Cuidar da identidade visual da sua clínica é algo que precisa ser definido muito antes de começar a divulgar seus serviços.

Na internet, o texto é essencial para que seu conteúdo seja encontrado pelo Google, porém é preciso também de uma identidade que transmita as características do seu negócio.

E ela não se resume apenas à logo, mas inclui também as cores, os símbolos e demais elementos visuais que ajudam o público a reconhecer a sua marca e entender a sua atuação.

Planejamento de conteúdo

A estratégia de marketing também envolve o planejamento de conteúdo, ou seja, ter literalmente um calendário de postagens.

Nas redes sociais, no blog ou no site, a divulgação de temas relacionados à saúde demanda atenção e responsabilidades que devem ser antecipadas no planejamento, pois aqui o foco é a informação e não a promoção.

O ideal é ter um calendário com conteúdos prontos para pelo menos um mês de publicação. Além disso, não replique as mesmas postagens em todas as redes sociais.

Cada canal tem um objetivo e atinge um determinado público, é importante saber onde estão os usuários do marketing odontológico e aproveitar o potencial e as particularidades de cada rede para alcançá-los.

DICA: o Google dá preferência para conteúdos originais, ranqueados de acordo com o algoritmo E.A.T, que avalia as páginas sob três aspectos: expertise (especialização), authoritativeness (autoridade) e trust (confiança).

2 → Ferramentas de marketing digital para dentistas

Na hora de colocar a sua estratégia para rodar, é preciso montar seu repertório de ferramentas de Marketing Odontológico.

Entre as principais opções, priorize:

Google Meu Negócio

O Google Meu Negócio é uma ferramenta gratuita que facilita que uma empresa seja encontrada na rede de pesquisa do Google e do Google Maps.

Na plataforma, é possível criar um perfil e incluir informações da sua clínica, como endereço, horário de funcionamento, procedimentos, tratamentos e imagens.

Lembre-se de inserir os dados da forma mais completa possível, dessa forma você terá muito mais visibilidade quando os pacientes realizarem as pesquisas, sobretudo na sua região.

Site, blog e redes sociais

No início, utilizar apenas uma rede social para testar o que funciona ou não para seu negócio até pode fazer sentido. Mas tenha em mente que uma estratégia de marketing odontológico não se resume a um perfil no Instagram.

Primeiro é necessário descobrir onde está seu público e qual canal ele consome, para não investir no vazio. Sabendo disso, a dentista ou o dentista tem muitos meios de promover sua presença digital.

O site, por exemplo, é a sua principal vitrine na internet. É onde suas especialidades, tratamentos e procedimentos, além de informações como endereço e contato, ficam evidentes e detalhados.

Quando um paciente pesquisa por um profissional ou clínica, os sites mais atualizados e responsivos, principalmente no mobile (celular), aparecem entre os primeiros resultados.

Outra forma de atrair esses usuários é o blog, que pode ser aproveitado no próprio espaço do site, para captar a atenção das pessoas e convertê-las em pacientes por meio de conteúdos educativos e relevantes sobre seu trabalho.

Com relação às redes sociais, como já citado acima, cada uma delas atinge um determinado público. Instagram, Facebook e Whatsapp são as mais conhecidas, mas considere também que sua persona pode estar no LinkedIn, no Youtube, no Twitter ou até mesmo no TikTok.

Analise cada uma e coloque na sua estratégia as que fazem sentido para sua clínica. Seguidores que são atraídos pela qualidade da presença digital são mais propensos a buscarem essa interação fora da internet, em um atendimento no seu consultório.

Google Ads e Facebook Ads

Os anúncios na internet, os chamados Ads, também são fundamentais para os resultados da sua clínica, pois permitem um investimento com alta precisão.

Uma aplicação que iria para panfletos, por exemplo, pode ir para o Facebook Ads e Google Ads. Com essas ferramentas é possível segmentar campanhas, definindo para quem elas serão entregues, em quais regiões e horários.

Dessa forma, você irá se comunicar com as pessoas certas no momento certo, já que os anúncios têm como objetivo apresentar as soluções apenas para quem está buscando por elas.

Outro ponto importante é a política de cobrança, que pode ser paga por cada mil visualizações (CPM) ou por clique (CPC). O anunciante define como e quanto quer investir, ou seja, ainda que você não disponha de uma verba alta, pode conseguir ótimos resultados.

Os Ads também são flexíveis, permitindo alterar configurações e rever investimentos antes do término do período de veiculação.

Além disso, talvez a mais relevante das vantagens em investir em Ads, é a mensuração de resultados.

A ferramenta possibilita monitorar em tempo real o retorno das campanhas, entendendo o comportamento dos consumidores, quais tipos de conteúdos geram mais resultados e como otimizar ainda mais os investimentos para aumentar a taxa de conversão.

Avaliações

Uma das práticas mais comuns de quem compra pela internet é conferir avaliações de outros consumidores, pois elas funcionam como provas sociais para a tomada de decisão.

Você não compraria de uma empresa que recebeu vários comentários negativos, não é mesmo? Essa mesma lógica é aplicada à sua clínica quando potenciais clientes pesquisam por ela.

Seja nas redes sociais, em comentários de blog, portais de odontologia ou nas avaliações do Google Meu Negócio, é preciso ter uma boa reputação. A dica é incentivar seus pacientes mais satisfeitos com a experiência em seu consultório a deixarem uma avaliação nos seus canais.

Não esqueça de sempre responder aos comentários e avaliações: as positivas e, principalmente, as negativas.

Dessa forma, a sua clínica transmite mais credibilidade e a atração de pacientes traz mais resultados a curto prazo.

3 → Estratégias de SEO

Saber o que escrever, quais palavras-chave, títulos e estrutura de texto usar é fundamental para construir seus conteúdos.

Em razão disso, entre todos os processos de marketing odontológico, o SEO se mostra uma das mais relevantes, pois impacta diretamente no número de acessos a suas páginas e redes.

O que é SEO

O Search Engine Optimization (SEO), em português Otimização para Mecanismos de Buscas, é o conjunto de técnicas que tem como objetivo melhorar a posição de sites entre os resultados dos motores de pesquisa, como o Google.

O SEO é uma das principais estratégias do Marketing Digital para que uma página na internet tenha mais visibilidade organicamente, ou seja, sem compra de mídia.

Como usar a estratégia no seu consultório

Ao trabalhar essas técnicas de SEO no seu conteúdo, seja no blog, redes sociais ou no seu site, ele ganhará relevância para o Google.

Na prática, isso significa que o Google vai entender que suas páginas merecem estar entre os primeiros resultados da pesquisa quando o usuário buscar por serviços de odontologia.

Por meio deste método, é possível gerar mais conversões, ou seja, pessoas que acessam suas páginas e perfis e fazem uma ação: seja disponibilizar um contato para tirar dúvidas, seja marcando uma consulta.

4 → Como um software odontológico te ajuda no marketing

Contar com um software odontológico integrado ao seu planejamento de marketing digital permite potencializar seus resultados por meio de uma gestão estratégica.

A automatização de processos otimiza seu tempo e fluxos internos, possibilitando delinear campanhas mais assertivas.

Além disso, alguns softwares do mercado possuem funcionalidades focadas em marketing. No Simples Dental, por exemplo, é possível configurar e automatizar campanhas para a fidelização e fortalecimento de marca.

De acordo com o coordenador de sucesso do cliente da Simples Dental, Eduardo Bergmann, os clientes também dispõem de importantes indicadores que podem nortear a clínica para possíveis tomadas de decisão.

“O dentista tem como identificar por quais meios os novos pacientes chegam na clínica, se por redes sociais, outdoors, TV, etc. Esse indicador permite entender onde o investimento está sendo mais efetivo e saber quais campanhas de marketing dão mais retorno, facilitando a revisão das estratégias e redirecionamento de budget”.

5 → Checklist de ações

Para recapitular, na hora de construir sua estratégia de marketing odontológico, antes de mais nada é preciso definir pontos chaves como:

  • Persona
  • Arquétipo
  • Concorrência
  • Jornada de compra
  • Objetivos
  • Identidade Visual
  • Planejamento de conteúdo

Ao colocar seu planejamento em prática, algumas opções de ferramentas de marketing digital para dentistas são:

  • Google meu Negócio
  • Site, blog e redes sociais
  • Google Ads e Facebook Ads
  • Avaliações

Entender o que é SEO e saber como aplicar nos seus conteúdos também é crucial para alcançar bons resultados.

Além disso, contar com um software odontológico completo e simples vai te ajudar a organizar sua clínica e captar mais clientes.

Por fim, é preciso ressaltar que não há um plano de marketing padrão que funcione para todas as clínicas. É preciso desenvolver as estratégias de acordo com cada particularidade e a longo prazo.

Evite sempre realizar ações de forma aleatória e sem planejamento, assim o seu investimento terá, de fato, o retorno esperado.

Você pode gostar...

Deixe um comentário