Odontologia digital: você está preparado?

A odontologia digital é uma realidade e, pode acreditar: até os pacientes menos exigentes valorizam uma experiência otimizada enquanto visitam o dentista.

Não bastasse isso, estamos no Brasil, um país que é um destaque quando o assunto é concorrência. Logo, a regra é clara: quem não se atualiza fica para trás.

E isso explica o avanço acelerado da odontologia digital aqui no Brasil.

Se você ainda não sabe como entrar na onda da odontologia digital, estamos aqui para te dar uma ajudinha.

Neste artigo mostramos como a digitalização está mudando a comunicação, os processos, os materiais e as técnicas utilizadas no consultório.

AI – Parece futurista, mas é mais básico que você imagina

Imagine que você mudou de trabalho e de cidade há dois dias.

Em tão pouco tempo, certamente você não terá memorizado alguns trajetos e nem conseguirá encontrar sua caneca preferida na montanha de caixas que veio com a mudança.

Agora pule alguns anos. Você mora e trabalha nos mesmos lugares.

Então, em um belo dia, um paciente chega no seu consultório e pergunta onde é o cinema mais próximo. Você indica pelo menos dois, nos shopping centers mais próximos do bairro.

Em casa, você provavelmente consegue encontrar suas coisas até no escuro.

O que isso tem a ver com inteligência artificial? Muita coisa.

A inteligência artificial (IA) acontece a partir do aprendizado de máquinas que, ao realizar a leitura de um grande volume de informações, identificam padrões e realizam tarefas específicas de maneira autônoma. É basicamente o que nosso cérebro faz com atividade rotineiras como calçar os sapatos, dirigir e escovar os dentes.

Em um consultório odontológico ela pode estar presente do agendamento de consultas até a anestesia.

dentista apresenta diagnóstico para paciente

Em um estudo recente, cientistas propuseram um desafio de detecção de cárie de três dentistas contra o Dentistry.AI, um sistema que promete detectar cáries com ajuda de inteligência artificial.

A máquina superou os dentistas em “sensibilidade”, que mede a proporção de cárie prevista corretamente quando comparada com o total de cárie presente na parte mais superficial do dente. Os dentistas venceram em “precisão” (a proporção de previsões corretas x locais totais de cárie previstos), embora a máquina também fosse comparável a um dos três dentistas em precisão.

Outros exemplos do uso de inteligência artificial na rotina dos dentistas:

  • Softwares utilizados por dentais para prever quais regiões são mais lucrativas e demandam mais abastecimento;
  • Escaneamento facial, com soluções como o Bellus3d;
  • Soluções com o ChairFill, que ocupa as cadeiras do consultório com os tratamentos mais rentáveis para o tempo disponível do dentista.

Esses recursos não substituem o dentista, mas são grandes aliados para diagnósticos mais precisos e tratamentos com maior qualidade.

CAD / CAM e 3D – As estrelas da odontologia digital

odontologia digital populariza cad/cam

A tecnologia CAD/CAM surgiu na década de 50, mas a utilização na odontologia começou a partir da década de 70. A tecnologia digital popularizou o recurso e é bem provável que todo dentista terá contato com um destes equipamentos.

As siglas explicam o que estes equipamentos fazem:

  • CAD (Computer-aided design): em tradução literal, desenho auxiliado por computador. É utilizado em diversas áreas para criar desenhos técnicos e que demandam alta precisão.
  • CAM (Computer-aided manufaturing): são sistemas que, por meio das informações passadas pelos sistemas CAD, fresam os projetos.

Na odontologia os sistemas CAD/CAM são utilizados no processo de mapeamento e produção de próteses.

O software permite que o dentista planeje milimetricamente o tamanho, a forma e cada especificidade de um dente para que ele seja adaptado perfeitamente ao perfil do paciente.

Posteriormente, a fabricação ou fresagem é realizada com alta precisão e garantindo um ajuste perfeito à arcada dentária e extrema fidelidade quanto aos padrões estéticos.

Na odontologia, os sistemas CAD/CAM são utilizados para:

  • análise ortodôntica;
  • restaurações de coroas, onlays, inlays, facetas, copings;
  • estrutura de próteses;
  • cirurgias;
  • aparelhos removíveis de reabilitação protética;
  • aparelhos ortodônticos;
  • guias cirúrgicos, entre outros.

A tecnologia 3D é a uma das principais responsáveis por melhorar a experiência dos pacientes e agilizar o fluxo de trabalho do dentista, que, com ajuda do equipamento, pode realizar seu trabalho de forma ágil.

Em questão de 10 minutos, o equipamento consegue copiar toda a arcada superior e inferior do paciente com extrema fidelidade, sem necessidade de moldagem ou qualquer produto.

Gestão, marketing e atendimento – ponto fraco e de rentabilidade

No ano passado, quando realizamos a Pesquisa de Mercado sobre Consultórios Odontológicos, verificamos que dentistas que usam tecnologias para fazer a gestão tem, em média, um faturamento 32% maior quando comparados aos profissionais que ainda usam ferramentas analógicas.

A agenda de papel é apenas um desses recursos que deveria ter ficado no passado e, em pleno 2020, impedem que os profissionais sejam mais ágeis e tenham negócios mais rentáveis (cerca de R$ 50 mil a menos por ano, de acordo com a pesquisa que citei anteriormente).

Isso acontece porque o impacto da digitalização do consultório odontológico, no que diz respeito à gestão, marketing e atendimento, é tão incrível quanto um scanner que reduz um trabalho de horas em poucos minutos.

O marketing na Era da Odontologia Digital pode ser otimizado com apoio de ferramentas gratuitas e pagas.

Com ajuda dessas novas plataformas você pode:

  • Entender quem é a sua persona e criar conteúdo de valor para ela;
  • Descobrir quais são os canais que ela mais acessa e criar interações no momento mais oportuno;
  • Facilitar o processo de indicação e descobrir quem são seus pacientes fiéis;
  • Automatizar os processos de conteúdo, envios de campanhas por e-mail, SMS, WhatsApp e muito mais.

O financeiro é outra área altamente impactada pela digitalização.

Basta você pensar em todo tempo que é demandado para organizar e ler os resultados do consultório.

Existem diversos sistemas que podem te ajudar nesse aspecto, mas aqui podemos falar do Simples Dental. Com ele você pode:

  • Controlar de despesas, receitas, ticket médio e fluxo de caixa;
  • Gerenciar comissionamento e pró-labore;
  • Criar ações para pacientes inadimplentes.

O Simples Dental ainda tem maquininha de cartão gratuita e emissão de boletos integrado ao sistema. São fatores que facilitam muito a negociação com seus pacientes.

Por último, e ainda mais importante, o atendimento.

Ele, que seduz ou afasta pacientes e futuros pacientes, é certamente um dos maiores decisores quando alguém precisa escolher entre você e outro dentista.

Um bom exemplo é a confirmação de consultas. Se você depender apenas da sua secretária, cedo ou tarde perderá oportunidades por não conseguir falar com seus pacientes.

Normalmente, as pessoas têm compromissos durante o horário comercial, logo, poderão chegar mensagens ou atender você depois das 19h ou 20h.

Automatizar a confirmação de consultas, seja com ajuda de SMS, WhatsApp ou outras plataformas, aumentará sua disponibilidade e, como efeito, a eficiência da cadeira. O lembrete de consultas também vai na mesma linha.

Além disso, muitos sistemas para consultórios possuem funcionalidades para medir a avaliação do atendimento (NPS). Muito mais que uma nota, essas avaliações são úteis para você fazer melhorias pontuais e investimentos que darão retorno a médio e longo prazo.

Melhorar um pouco do seu atendimento a cada dia vai tornar a experiência que você oferece ainda mais incrível ao longo do tempo.

Você está muito distante dessa realidade?

Em pouco tempo a odontologia digital envolverá todas as áreas do seu negócio.

É isso mesmo: dificilmente você conseguirá ficar de fora desse movimento.

A maioria das tecnologias, ao contrário do que dizem, não vêm para roubar empregos ou reduzir o trabalho destinado aos seres humanos.

Elas são criadas para atender as necessidades atuais, permitir que os profissionais (principalmente, dentistas) tenham mais tempo para se dedicar ao aprimoramento técnico e ao relacionamento com o paciente, e acabar com o desperdício de tempo com preocupações desnecessárias.

Agora que você já conhece alguns pontos em que a odontologia digital pode contribuir com seu trabalho, que tal fazer um exercício?

  1. Faça uma análise do relacionamento com seu paciente, do orçamento ao retorno;
  2. Crie uma lista com pontos que podem ter a experiência melhorada;
  3. Dê uma prioridade para os itens da lista conforme seu orçamento e limitações.

Se algum deles for relacionado à gestão de sua agenda, compartilha conosco. O Simples Dental pode ajudar!

E se você já está na Era da Odontologia Digital, conta quais as ferramentas e tecnologias que você utiliza.

 

 

 

Ramon Maciel

Ramon Maciel cirurgião dentista e co-founder do Simples Dental. Responsável pelo marketing e atendimento dos produtos. Viu que contar historias é legal, mas fazer história é muito mais desafiador.

Ramon Maciel

Ramon Maciel

Ramon Maciel cirurgião dentista e co-founder do Simples Dental. Responsável pelo marketing e atendimento dos produtos. Viu que contar historias é legal, mas fazer história é muito mais desafiador.

Você pode gostar...

Deixe um comentário